Revista

Revista Trabalho & Saúde

Durante anos, a Revista Trabalho & Saúde, faz abordagens de temas relevantes para a classe trabalhadora. as publicações trouxeram inúmeras denúncias contra o descaso patronal com a saúde dos trabalhadores. Dentre os exemplos, a revista de nº 10, de nov/dez de 1985 estampou a manchete: “Benzeno: uma grave ameaça à saúde dos trabalhadores”. A edição nº 17, de jul/dez de 1987 denunciava: “Insalubridade: morte lenta no trabalho”. A revista nº 18, de jan/abr de 1988, por sua vez, anunciava a “Greve no IBAR: trabalhadores lutam contra a contaminação por silicose”.

O descaso das indústrias também esteve entre as denúncias. “Amônia: 15 mil toneladas no ar” apontava a edição nº 6 de jan/mar de 1985. Do mesmo modo, a publicação denunciou o descaso do governo com a Saúde Pública. “População protesta contra caos no Sistema Hospitalar”, relatava a edição nº 27 de jan/fev de 1990. “Qual deve ser o papel dos sindicatos na Saúde Pública” instigava a edição de nº 39 de junho de 1995.

As mudanças na organização do trabalho deram o tom em vários números da revista. “Trabalhadores questionam novas tecnologias” apontava a edição nº 21 de set/out/88. “Processamento de dados e a saúde mental dos bancários” relatava a edição nº 6 de jan/mar de 1985.

A Constituição de 1988 também teve seu espaço reservado na Trabalho & Saúde. “O que a saúde do trabalhador tem a ver com a Constituinte” questionava a edição nº 11 de jan/mar de 1986. “Constituinte: muito pouco na área da saúde” contatava a edição nº 18 de jan/abr de 1988.

A luta pela Previdência Social justa e digna para a ampla maioria dos trabalhadores marcou várias edições. “A “Previdência Social: 76 anos de desfalques ao bolso do trabalhador” denunciava o número 22 de nov/dez de 1988. “Previdência Social: a expectativa de 75 milhões de brasileiros” anunciava a edição nºs 4/5 de set/dez de 1984. “Previdência Social é viável” desafiava a revista nº 39 de junho de 1995 e “ O conto das contas” nº 41 de agosto de 2016.

Felizmente, a Trabalho & Saúde também teve boas notícias para contar. Além de acompanhar sistematicamente a realização das várias SEMSAT (Semanas da Saúde do Trabalhador), a revista destacava o resultado de inúmeras lutas do movimento sindical. “Rhodia assina acordo sobre contaminados” anunciava a edição nº 11 de jan/mar de 1986. “Recusa ao trabalho perigoso passa em São Paulo” e “Sindicato e Indústria assinam acordo sobre asbesto” festejava o número 25 de jul/out de 1989.

A publicação prestou importante colaboração à luta sindical por melhores condições de saúde e segurança para os trabalhadores. Convidamos ao leitor que se aproprie de todo o conteúdo expresso na Trabalho & Saúde,  para somar nessa luta! Luta de todos nós trabalhadores, luta árdua e contínua!

Edições da Revista Trabalho & Saúde